Após matar namorada no MA, homem usou sangue da vítima para escrever na parede, diz polícia | Maranhão

Após torturar e matar a namorada a facadas, o suspeito de ser o autor do crime de feminicídio, Paullo Mesquita, teria usado o sangue da vítima, Jheinifer Machado, de 19 anos, para escrever “recado” na parede, aponta investigação da Polícia Civil do Maranhão (PC-MA).

Link da fonte

Ver Artigo Completo