Colchões, roupas e móveis: entulho toma ruas de Eldorado do Sul 2 meses após enchente


Cidade teve 90% do seu território tomado pela água durante enxurrada de maio deste ano. Mais de 40 mil pessoas precisaram sair de casa. Prefeitura afirma que trabalha todos os dias para recolher o entulho. Eldorado do Sul segue com lixo nas ruas após enchente
O município de Eldorado do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tenta se reerguer depois de ter 90% do seu território tomado por água durante as enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul durante o mês de maio.
Dois meses após a catástrofe climática, entulho ainda toma as ruas da cidade. São colchões, roupas e móveis que um dia ocuparam as casas que foram destruídas pela enxurrada.
📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp
“Está muito, muito difícil mesmo. É um descaso com o pessoal da Vila da Paz. A prefeitura esteve aqui para tirar duas casas que estavam no meio da rua, apenas isso”, conta Janete, que reside na cidade.
Segundo a prefeitura de Eldorado do Sul, o Executivo “está trabalhando, todos os dias, inclusive aos finais de semana, para recolher o entulho”.
Entulho acumulado em rua de Eldorado do Sul, cidade atingida por enchente no RS
Carolina Aguaidas/RBS TV
Em maio, as águas que vieram do Rio Jacuí e desceram para o Lago Guaíba inundaram a cidade. Mais de 40 mil habitantes tiveram que deixar suas casas.
Com a força da enchente, casas na cidade foram arrastadas e, quando o nível da água baixou, foram encontradas em lugares diferentes dos de origem. Um “cemitério de carros”, com veículos submersos, foi registrado quando o Globocop sobrevoou o município. Até o fim de junho, moradores ainda conviviam com o risco de alagamentos, precisando sair de suas casas por segurança.
Entulho acumulado em rua de Eldorado do Sul, cidade atingida por enchente no RS
Carolina Aguaidas/RBS TV
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Link da fonte