Duas pessoas são presas em operação policial contra quadrilha especializada em roubo de cargas em Arujá


Prisões foram efetuadas após cumprimento de mandados de prisão temporária. Segundo o delegado Jaime Pimentel, responsável pelas investigações, a polícia conseguiu identificar o endereço após denúncia de uma das vítimas. Produtos roubados foram localizados e apreendidos pela Polícia Civil
Polícia Civil/Divulgação
Duas pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira (11), em Arujá, durante uma operação das polícias Civil e Militar e Guarda Civil da cidade contra uma quadrilha especializada em roubo de carga. A dupla foi detida após o cumprimento de mandados de prisão temporária.
De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos roubavam mercadorias nas cidades de Arujá, Itaquaquecetuba e Guarulhos, e armazenavam os produtos em uma casa.
✅ Clique para seguir o canal do g1 Mogi das Cruzes e Suzano no WhatsApp
Segundo o delegado Jaime Pimentel, responsável pelas investigações, a polícia conseguiu identificar o endereço após denúncia de uma das vítimas.
“Dois indivíduos foram presos na semana passada pela Polícia Militar na área dos Pimentas, em Guarulhos, e nós representamos pela prisão temporária de outros que foram presos hoje. Localizamos na casa objetos roubados, bem como o veículo que eles utilizam para os roubos. Prisão pra 30 dias e também estou autuando em flagrante essa pessoa que estava com esse veículo produto de furto, que estava sendo utilizado nos roubos, sendo também autuado por receptação em flagrante agora”, explica.
Carro furtado que era utilizado nos crimes foi apreendido pela polícia
Polícia Civil/Divulgação
O delegado ainda afirma que os roubos aconteciam na Rodovia Presidente Dutra e os principais alvos da quadrilha eram veículos destinados a entregas de mercadorias, como vans.
“São diversos objetos, desde peças de carro, até livro, notebook, um monte de coisa. A casa era utilizada para guardar esses objetos. A pessoa que foi presa dentro dessa casa recebia R$ 1,5 mil de diária pra guardar esses objetos e o veículo que eles usavam. Na parte do compartimento, eles deixavam a vítima sequestrada”.
Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê

Link da fonte

Ver Artigo Completo