Férias escolares: dicas para conciliar descanso e estudos

As férias escolares de julho é uma oportunidade que os estudantes têm para poder viajar, descansar e aproveitar a companhia de amigos e família.

No caso dos vestibulandos, que estão em processo de preparação para vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudos podem permanecer na rotina.

Especialistas apontam a importância dos candidatos do Enem e vestibulares planejarem suas atividades durante as férias, para poder conciliar, com qualidade, seu descanso e manter o ritmo nos estudos.

Veja também: Lista de filmes para aprender nas férias

Dicas para conciliar descanso e estudos nas férias escolares de julho

Confira a seguir dicas para conciliar o tempo de descanso com os estudos para os vestibulares e Enem durante o período de férias de julho.

Amplie seu repertório cultural

O repertório cultural é formado pelos conhecimentos, vivências, referências e habilidades adquiridos pelo estudante ao longo do tempo. Qualificar e ampliar este repertório é fundamental para os candidatos de vestibulares e Enem que irão produzir um texto na prova.

Thiago Brava, autor do Sistema de Ensino pH, sugere aos estudantes manter contato com conteúdos jornalísticos, podcasts, documentários e filmes. Esses materiais permitem com os estudantes estejam atualizados sobre os assuntos e acontecimentos nacionais e internacionais, como também, aprimorem seu repertório cultural. 

Planeje a programação de atividades

As férias escolares permitem aos estudantes poderem planejar sua programação com mais flexibilidade, conforme as necessidades individuais, aponta Mateus Lopes, coordenador da Escola Vereda. 

Entre os focos neste planejamento, compartilhados por Mateus, é melhorar a qualidade do sono, ficar menos tempo em contato com telas e investir em atividades de relaxamento.

“É importante não sobrecarregar a agenda com muitos compromissos. Organize seu tempo programando atividades que estimulem tanto o corpo quanto a mente de forma saudável”


Luiz Cláudio de Araujo Pinho, autor da Coleção de Sociologia da Rede Pitágoras.

Para a primeira semana de férias, priorize o descanso, deixando os estudos para as semanas seguintes, recomenda Luiz Cláudio. Na última semana, o estudante pode revisar o que foi estudado ao longo dos dias, além de elaborar uma lista com os temas que podem ser prioridade nos estudos no semestre seguinte. 

Leia crônicas

A leitura de crônicas é uma boa alternativa para as férias, pois os textos deste gênero são curtos. Veja, abaixo, coletâneas de crônicas sugeridas por Laura Vecchioli do Prado, coordenadora do editorial de literatura e informativos da SOMOS Educação:

  • “A vitória da infância”, Fernando Sabino: uma leitura que transporta o leitor à magia da infância, com fatos curiosos e vivências que marcam essa fase da vida.

  • “Antes de virar gigante e outras histórias”, Marina Colasanti: a autora evidencia memórias, histórias envolventes e aventuras protagonizadas por animais, permitindo ao leitor projetar outras visões de mundo.

  • “As crônicas de Fiorella”, Vanessa Martinelli: a obra é marcada pelo processo de transição da infância para a adolescência a partir de uma prosa que emociona e diverte o leitor.

Aproveite os filmes para aprender História

Nada como se entreter e, ao mesmo tempo, aprender. Isso é proporcionado por meio do cinema. Entre os bons títulos para aprender História com filmes, listados por Francisco Moreira Júnior, professor da plataforma Amplia, estão: 

  • Ades Lenin;

  • Guerra dos Canudos;

  • Cartas de Iwo Jima;

  • Conquista da Honra.

Veja também: Filmes para assistir nas férias escolares 

Faça intercâmbio

Para quem tiver oportunidade, o intercâmbio de verão é uma alternativa para sair da rotina e permitir novas experiências aos jovens. O intercâmbio permite ampliar os conhecimentos na língua inglesa, ter contato com acadêmicos renomados, ganhar experiência em diferentes disciplinas, ampliar a visão de mundo e aumentar a rede de contatos de origens culturais diversas, explica Lara Crivelaro, especialista em internacionalização da Efígie Academy.

É importante, enfatiza Lara, que o estudante e a família pesquise e busque uma instituição que ofereça um suporte completo e seja reconhecida.

Aprenda inglês com filmes 

Os filmes são excelentes ferramentas para aprimorar os estudos e aprendizado do inglês. Murilo Motta, Tayrone Medeiros e Ananda Campolina, do programa Eduall, da SOMOS Educação, recomendam os seguintes filmes que ajudam a aprender inglês:

  • O Incrível Mundo de Gumball: O Filme
  • Meninas Malvadas;

  • Duna;

  • Não Olhe Para Cima;

  • Encanto.

Confira: Dicas de leitura para as férias escolares 

Link da fonte