Lira e Padilha se reaproximam com meio de campo do União Brasil


Ministro de Lula e presidente da Câmara se cumprimentaram de forma tímida durante festa de Elmar Nascimento (União-BA) em Brasília. Arthur Lira e Alexandre Padilha se cumprimentam em festa
Com um histórico de rusgas na relação, o ministro Alexandre Padilha (Relações Institucionais) e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), se cumprimentaram de forma tímida na festa de aniversário do deputado Elmar Nascimento (União-BA).
A reaproximação contou com a ajuda do presidente do União Brasil, Antonio Rueda, além dos ministros da sigla Juscelino Filho (Comunicações) e Celso Sabino (Turismo).
A aprovação da reforma tributária pode sinalizar uma trégua entre os dois. Lira já chamou Padilha de “desafeto pessoal” e “incompetente”.
A aproximação interessa a Elmar Nascimento, que busca apoios para suceder a Arthur Lira no comando da Câmara e sonha com o apoio do Planalto — o parlamentar é apontado como o favorito do atual presidente da Casa.
É mais um passo rumo a uma reconciliação. No fim de abril, em entrevista a Pedro Bial, Lira fez um mea-culpa e disse que foi um erro chamar Padilha de “desafeto pessoal”.
A festa foi a segunda da semana de um candidato à presidência da Câmara e serviu como termômetro da disputa. Nesta quarta-feira (10), o PSD organizou uma confraternização em um restaurante de Brasília que serviu para impulsionar a candidatura de Antonio Brito (PSD-BA) para a sucessão na Casa.
Entre os presentes na festa de Elmar estavam ministros, parlamentares de diferentes espectros políticos.
As eleições para a presidência da Câmara serão realizadas em fevereiro do ano que vem.
Presidente da Câmara, Arthur Lira, e o ministro Alexandre Padilha
Mário Agra/Câmara dos Deputados; Ton Molina/FotoArena/Estadão Conteúdo
VÍDEOS: mais assistidos do g1

Link da fonte

Ver Artigo Completo