Manoel Carlos criou tramas polêmicas em suas novelas

Em julho de 2014, o Brasil acompanhava as emoções finais de “Em Família”, novela que marcou a despedida de Manoel Carlos das telinhas. Responsável por sucessos como “Por Amor”, “Laços de Família” e “Mulheres Apaixonadas”, o autor tinha um estilo único de criar e conduzir histórias potentes permeadas por merchandising social que pararam o Brasil e provocaram debates sobre assuntos importantes, como maus tratos a idosos, racismo, transplante de órgãos, dependência química e violência doméstica.

Embora ele ainda colecione uma legião de admiradores e suas novelas tenham grande repercussão quando reprisadas no Vale a Pena Ver de Novo ou no Viva, ver uma obra de Manoel Carlos atualmente nos faz pensar que muitas das subtramas que ele criava para rechear as sagas de suas Helenas não teriam espaço numa sociedade que batalha por mais diversidade e igualdade.

A coluna, que é fã do autor e acompanhou a maioria de suas criações, listou algumas situações das novelas de Manoel Carlos que dificilmente seriam aceitas pelo público nos dias de hoje.

Link da fonte

Ver Artigo Completo