Motociclista morre ao bater contra vaca na pista da SP-310 em Araraquara


Reinaldo Rafael, de 42 anos, foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Mulher que estava na garupa foi levada em estado grave para a Santa Casa. Reinaldo Rafael morreu após bater moto contra vaca na pista da SP-310 em Araraquara
Arquivo pessoal
Um motociclista morreu após bater contra uma vaca que atravessava a Rodovia Washington Luís (SP-310), em Araraquara, na noite de sábado (7).
📲 Participe do canal do g1 São Carlos e Araraquara no WhatsApp
Reinaldo Rafael, de 42 anos, foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na Santa Casa.
Motociclista morre ao bater contra vaca na SP-310 em Araraquara
Uma mulher que estava na garupa e que não teve a identidade divulgada também foi levada para o hospital. O estado de saúde dela não foi informado.
LEIA TAMBÉM:
COLISÃO: Acidente na SP-225 mata motociclista em Itirapina
FATALIDADE: Mulher morre após bater carro contra poste na área rural de Matão
ATROPELAMENTO: Idoso de 70 anos morre ao ser atingido por carro na Rodovia Washington Luís
O acidente aconteceu por volta das 18h30 no km 276 da pista sentido capital. Segundo informações do relatório policial, a moto bateu contra o animal e o casal caiu na pista.
Um caminhão que seguia logo atrás não teria conseguido desviar e acabou atropelando o motociclista.
Motociclista morre ao bater contra vaca na pista da SP-310 em Araraquara
Arquivo pessoal
Equipes do Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da concessionária EcoNoroeste, que administra o trecho da rodovia, atenderam a ocorrência.
O casal foi socorrido em estado grave. A Polícia Rodoviária preservou a área até a chegada da perícia, que vai investigar as causas do acidente. O caso foi encaminhado para o Plantão Policial.
Segundo a EcoNoroeste, o acidente provocou a interdição da faixa 2 sul e do acostamento. A faixa 2 foi liberada por volta das 20h e o acostamento, às 23h.
O corpo de Reinaldo Rafael foi enterrado na noite de domingo (8) no Cemitério Municipal de Tabatinga.
Outro acidente com boi na pista deixou 3 mortos
Maria Cirlei Smaniotto de Lima, Priscila de Lima e Rafaela Oliveira de Souza morreram em acidente em Brotas
Artesp/ Reprodução/ Facebook
Em 25 de junho, as técnicas de enfermagem Priscila de Lima e Rafaela Oliveira, e a mãe de Priscila, Maria Cirlei Smaniotto de Lima, morreram em um acidente na vicinal BRO-04, zona rural que liga o bairro Patrimônio a Brotas (SP). O carro delas bateu contra um boi solto na pista e depois em um ônibus.
A Polícia Civil identificou, no dia 2 de julho, os dois proprietários do boi. Eles irão responder em liberdade por triplo homicídio culposo (quando não há intenção de matar), lesão corporal culposa e expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente.
O irmão de Priscila e filho de Maria, Enoque de Lima, de 38 anos continua internado na Santa Casa de Jaú. O estado de saúde dele não foi divulgado.
REVEJA VÍDEOS DA EPTV:
Veja mais notícias da região no g1 São Carlos e Araraquara

Link da fonte