MP investiga ex-dirigentes do Brasil de Pelotas por suspeita de desvio de valores do clube


Ordens judiciais estão sendo cumpridas nesta quarta-feira (10). Buscas ocorrem no estádio Bento Freitas, empresas, escritório de contabilidade e nas residências de três investigados. Buscas são realizadas nas dependências do Estádio Bento Freitas, em Pelotas
Divulgação/MPRS
O Ministério Público do Rio Grande do Sul investiga ex-dirigentes do Brasil de Pelotas por suspeita de desvio de valores do clube. Ordens judiciais estão sendo cumpridas, nesta quarta-feira (10), no município do Sul do estado e em Minas Gerais.
📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp
As buscas ocorrem no Estádio Bento Freitas, empresas, escritórios de contabilidade e nas residências de três investigados. Segundo o MP, dois dos suspeitos faziam parte da antiga administração e um terceiro é presidente de uma associação privada. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.
A operação tem por objetivo apreender documentos, como contratos, pagamentos e notas fiscais, além de anotações diversas, dinheiro, celulares e notebooks sobre supostas irregularidades ocorridas entre o fim de 2021 e junho de 2023. Ainda não há definição do valor exato do prejuízo que teria sido causado à agremiação esportiva, diz o MP.
De acordo com o MP, houve apropriação de parte de uma verba enviada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o time de Pelotas. Também teriam sido desviados valores repassados por uma empresa patrocinadora e recursos provenientes dos sócios do clube.
O mandado de busca e apreensão cumprido no estádio ocorre para verificar se há ainda algum contrato remanescente da antiga gestão, esclarece o MP. A ordem judicial em MG é referente ao local de moradia atual de um dos investigados.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Link da fonte

Ver Artigo Completo