O que se sabe e o que falta esclarecer sobre mulher morta a facadas na frente dos filhos no Paraná


Marido de Jaine Pereira Kochanski, de 27 anos, é o principal suspeito do crime. Ele morreu horas depois, ao bater o carro de frente com um caminhão. Caso aconteceu em Ponta Grossa. Jaine Pereira Kochanski tinha 27 anos
Reprodução/Redes Sociais
A Polícia Civil do Paraná (PC-PR) investiga a morte da paranaense Jaine Pereira Kochanski, morta a facadas em casa na frente dos filhos. O caso aconteceu na sexta-feira (5) em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná.
O principal suspeito pelo crime é o marido dela, que teria usado as redes sociais para falar sobre o crime e morreu horas depois, ao bater o carro de frente com um caminhão na BR-153. Entenda mais abaixo.
✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp
✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram
Entenda o que se sabe e o que falta esclarecer sobre o caso:
Quem era a vítima?
Como foi o crime?
O que o suspeito postou nas redes sociais?
O que aconteceu com o suspeito?
O que falta esclarecer sobre o caso?
Jaine Pereira Kochanski tinha 27 anos
Reprodução/Redes Sociais
Quem era a vítima?
Jaine Pereira Kochanski tinha 27 anos e era natural de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais. De acordo com o Serviço Funerário Municipal, ela era dona de casa.
Nas redes sociais ela apontava que estudou Gestão de Recursos Humanos.
Mãe de um casal de filhos crianças, nas redes sociais Jaine mostrava a rotina da família com o esporte e se identificava como “ciclista amadora”.
Como foi o crime?
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Luiz Gustavo Timossi, testemunhas afirmaram que Jaine e o marido tinham saído de casa na noite de quinta-feira (4). Ela chegou antes e o marido, logo depois.
Vizinhos afirmaram que ouviram uma discussão e, cerca de 20 minutos após a chegada do homem, ele procurou uma vizinha e pediu que ela ficasse com os filhos do casal, porque havia matado a esposa em razão de uma suposta traição, explica Timossi.
Leia também:
Investigação: Ex-namorado de jovem atingida por soda cáustica planejou crime pelo celular e de dentro da prisão, diz MP
Reserva: Vereador é suspeito de matar sobrinho durante velório após ser cobrado de dívida, diz polícia
Cronologia: ‘Continuamos aflitos’, diz família de adolescente grávida desaparecida há um mês no Paraná
Jaine Pereira Kochanski tinha 27 anos
Reprodução/Redes Sociais
O que o suspeito postou nas redes sociais?
Uma postagem assinada pelo homem foi feita em uma rede social da vítima, afirmando que, na noite de quinta-feira (4), Jaine disse que ia à casa de uma amiga, mas que o homem descobriu que ela estava em um motel.
Horas antes, a jovem fez publicações temporárias de fotos de um jantar com uma amiga.
VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER? Veja os canais de denúncia disponíveis no Paraná
CICLO DA VIOLÊNCIA: Aprenda a identificar e entenda como funciona
O que aconteceu com o suspeito?
Desde que deixou os filhos com vizinhos, o homem estava sendo procurado pela polícia.
Ele chegou a fazer uma postagem comentando o caso também nas próprias redes sociais e, horas depois, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que ele morreu em uma batida de carro na BR-153 em Tibagi – cidade vizinha a Ponta Grossa.
Homem suspeito de matar esposa e postar sobre o crime nas redes sociais dela morre em acidente de carro em Tibagi
PRF
O que falta esclarecer sobre o caso?
A Polícia Civil investiga o caso.
Ainda falta esclarecer a motivação do crime e as causas do acidente que vitimou o suspeito.
Marido é suspeito de matar esposa a facadas e usar as redes sociais para falar sobre crime
Vídeos mais assistidos do g1 PR:
Leia mais notícias da região em g1 Campos Gerais e Sul

Link da fonte

Ver Artigo Completo