Saiba quem foram os três deputados que votaram contra a isenção para carnes

A isenção total de impostos sobre proteínas animais, como carnes bovinas e de aves, foi incluída na regulamentação da reforma tributária aprovada nesta quarta-feira (10) na Câmara, com 477 votos favoráveis.

Três deputados, por sua vez, foram contra a medida:

  • Aluisio Mendes (Republicanos-MA)
  • Danilo Forte (União-CE)
  • Padovani (União-PR)

A CNN tenta contato com os parlamentares que foram contrários à medida para comentar a posição na votação.

Outros dois parlamentares se abstiveram:

  • Duda Salabert (PDT-MG)
  • Hildo Rocha (MDB-MA)

A reportagem também busca contato com os dois deputados que se abstiveram.

A questão da carne foi sugerida por meio de um destaque (sugestão de mudança no projeto) apresentado pelo PL e, posteriormente, foi acolhida no projeto pelo relator, Reginaldo Lopes (PT-MG).

Em entrevista à CNN, antes da votação, o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), confirmou que o presidente Luiz Inácio Lula da SIlva (PT) havia dado aval para a inclusão da carne na cesta básica.

Apesar disso, a posição de Lula foi contrária à de sua equipe econômica, comandada pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e à do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

“Em nome de todos os líderes, quero dizer para esta Casa que estamos acolhendo no relatório da reforma todas as proteínas. Carnes, peixes, queijos e lógico, o sal. Porque o sal também é o ingrediente da culinária brasileira”, afirmou Reginaldo.

Link da fonte